Vídeo: hípica divulga imagens de crianças pintando cavalo

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Após a polêmica atividade da colônia de férias da Hípica de Brasília virar debate nas redes sociais, a diretoria do espaço divulgou um vídeo mostrando o momento em que crianças fazem desenhos usando um cavalo branco como tela. De acordo com o responsável, José Cabral, a foto foi divulgada “fora de contexto”, motivo pelo qual resolveu mostrar as imagens da atividade.
“Esses bichos, para mim, são as coisas mais importantes. Eu estou sendo crucificado equivocadamente. Isso realmente é extremismo da internet”, defendeu-se Cabral. Segundo ele, o objetivo da atividade era que as crianças com medo de animais de grande porte conseguissem se aproximar e fazer carinho no bicho. Nas imagens, além de pintar o cavalo, as crianças escovam e alimentam outros bichos.

O fato gerou repercussão depois que a advogada membro do Comissão dos Direitos dos Animais da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Ana Paula Vasconcelos divulgou a foto do animal no Facebook e denunciou a ação ao Instituto Brasília Ambiental (Ibram) e ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). “Se não se configura como maus-tratos é, no mínimo, um abuso. É bastante desrespeitoso à dignidade e essência do animal”, afirmou.
A postagem chegou a ser divulgada pela apresentadora e defensora dos animais Luisa Mell. “Aqui todo meu repúdio e espanto”, escreveu. Famosos como a cantora Anitta e o padre Fábio de Melo chegaram a comentar. “Estamos cada vez menos humanos”, disse o religioso.

Não só com críticas repercutiu o tema. Houve quem defendesse a ação, frisando que se trata de uma forma de demostrar carinho. “A tinta guache não faz mal para a saúde do cavalo. O bichão até fecha os olhos e tira um cochilo enquanto ganha florzinhas e corações. É só paparicação e alegria. Tão diferente da vida dos cavalos que puxam carroça e trabalham debaixo de sol, levando chicotada nas costas quando se assustam com os carros nas ruas de Brasília”, afirmou em postagem em rede social Fernanda Lambach, gerente de uma empresa que realiza coaching com cavalos.
Os organizadores da colônia de férias terão cinco dias para apresentar o programa pedagógico que justifique a atividade. Só depois o Ibama vai avaliar o ocorrido e decidir se cabe ou não a aplicação de uma multa.
Para mostrar as atividades da hípica, a escola fará uma visita guiada para a imprensa nesta terça-feira (24/7), às 9h. O diretor e o cavaleiro Thiago Rhavy estarão presentes para explicar o ocorrido e as demais ações do local.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

LEAVE A REPLY

Specify Facebook App ID and Secret in Super Socializer > Social Login section in admin panel for Facebook Login to work

Specify GooglePlus Client ID and Secret in Super Socializer > Social Login section in admin panel for GooglePlus Login to work

Specify Instagram Client ID in Super Socializer > Social Login section in admin panel for Instagram Login to work