Trabalhador japonês, de 64 anos, foi multado por sair três minutos mais cedo para almoçar

Um trabalhador japonês, de 64 anos de idade, foi multado por sair três minutos mais cedo para comprar almoço. O funcionário de um escritório público da cidade de Kobe não só foi multado como recebeu uma repreensão por parte dos chefes.

O alerta foi dado por uma dos chefes do departamento que “olhou pela janela do escritório e viu o trabalhador sair do edifício e entrar em restaurante” três minutos antes do meio-dia, segundo o site japonês Sora News 24.

Descobriu-se depois que o homem saiu três minutos mais cedo em 26 ocasiões diferentes, ao longo de sete meses, para poder ir comprar comida.

De acordo com o Guardian, foi descontado do trabalhador o equivalente a meio dia de trabalho, por má conduta profissional, mas o castigo não ficou por aí.

Os representantes da empresa estatal marcaram uma conferência de imprensa para falar sobre o “escândalo”. Eles pediram desculpa pelo “imensamente lamentável” comportamento do trabalhador e curvaram-se em frente aos jornalistas como remorso.

Em 2015, mais de 2.159 pessoas suicidaram-se no Japão por causas relacionadas ao trabalho, 675 das quais devido ao cansaço, segundo dados do Ministério do Trabalho do país.

Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •