Contra Haddad, Igrejas evangélicas decidem declarar apoio a Bolsonaro

As igrejas evangélicas não gostaram da evolução de Fernando Haddad (PT) nas pesquisas de intenção de voto. Para tentar evitar um embate entre Jair Bolsonaro (PSL) e o petista já no primeiro turno, a Confederação dos Conselhos de Pastores do Brasil decidiu declarar apoio ao capitão reformado.

Segundo a coluna “Painel”, da Folha, o bispo Robson Rodovalho, que responde pela entidade, disse que “não dá mais para ficar em cima do muro” e afirmou que Bolsonaro consegue “colocar um freio de arrumação no Brasil”.

A Confederação dos Conselhos de Pastores do Brasil reúne as principais agremiações neopentecostais do país.

De acordo com a pesquisa Datafolha divulgada nesta quarta (19), Bolsonaro leva vantagem sobre Haddad entre os evangélicos. Num eventual segundo turno, o capitão venceria por 51% a 34%.

Compartilhe
  •  
  • 7
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •