Bitcoin chega à Bolsa de Chicago e ultrapassa a marca dos US$ 18 mil

O bitcoin alçou um voo significativo na noite deste domingo (10), quando começou a negociar contratos futuros no Chicago Board Options Exchange (CBOE). A estreia animou o mercado e, com isso, o bitcoin alcançou ultrapassou pela primeira vez a marca de US$ 18 mil, praticamente dobrando a sua cotação em cerca de um mês.

A moeda estreou na bolsa de Chicago sob o código XBT e custando US$ 15 mil. Pouco tempo depois, ela chegou aumentar de valor em 21%, batendo a incrível marca de US$ 18,7 mil a unidade.

Os contratos futuros de bitcoin, processos por meio dos quais investidores “apostam” na evolução do preço da criptomoeda, serão baseados no preço em dólares do bitcoin em leilões realizados pela Gemini Exchange. A companhia pertence e é administrada pelos irmãos Tyler e Cameron Winklevoss, os “gêmeos do Facebook” e primeiros bilionários da criptomoeda.

De acordo com a Reuters, em pouco mais de 12 horas, foram negociados 2.780 contratos, um investimento de cerca de US$ 48,5 milhões. Segundo o site CoinDesk, que acompanha a variação da cotação da moeda virtual, o bitcoin “estabilizou” em um torno de US$ 16,5 mil ao longo da tarde desta segunda-feira (11).

LEAVE A REPLY